Jesus padeceu no nosso lugar

Já era quase meio-dia, e trevas cobriram toda a terra até as três horas da tarde; o sol deixara de brilhar. E o véu do santuário rasgou-se ao meio. Jesus bradou em alta voz: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”. Tendo dito isso, expirou. Lucas 23:44-46

Quando a Luz do mundo morreu por nós, a terra toda se escureceu… Todo o universo curvou-se diante o trágico acontecimento: O Salvador de todos foi morto na cruz. Ali no lugar chamado Caveira, ao lado de dois criminosos, Jesus padeceu no nosso lugar. Não deu apenas um “desconto” pelos nossas falhas, mas pagou todo preço pelos meus e os seus pecados.

Jesus se deu gratuitamente pelo mundo todo. Para que todo aquele que crê Nele, não se perca eternamente, mas tenha de graça, a Vida eterna!

Desfrute (da cruz de Cristo) hoje e todos os dias!

▪️Se você já aceitou o sacrifício de Jesus, então pode viver uma vida nova com Ele, todos os dias.

▪️ Caso ainda não o tenha feito, não deixe passar esta oportunidade. Entregue-se hoje mesmo a Ele, pela fé!

▪️ Leia Lucas 23 e 24- Veja o Jesus passou por amor: sofreu, morreu e ressuscitou!

▪️ Ore e agradeça pela grande oferta que Deus nos concedeu ao dar-nos o Seu Filho unigênito na cruz.

▪️ Seja grato pelo perdão dos pecados e pela salvação obtida pela fé em Jesus Cristo.

▪️ É pelos méritos de Cristo! Nada que você faça, poderá pagar ou retribuir por tal dádiva!

Oremos:

Senhor Deus, muito obrigada pela salvação em Cristo Jesus! Não há oferta maior nem melhor em todo universo! Não tenho palavras para agradecer tão grande amor e perdão que me foi concedido em Jesus, na cruz! Ajuda-me a viver de modo digno, olhando para O autor e consumador da minha fé, o Senhor Jesus Cristo, todos os dias da minha vida. Ensina-me a não preencher o meu coração com as coisas desse mundo. Em Teu nome, Jesus. Amém!

( LEITOR )


Bíblia Projeto – PREGAI – ACF Almeida fiel e corrigida traduzida por João Ferreira de Almeida. A Edição Revista e Atualizada (1959, 1993) conserva as características principais da tradução de equivalência formal de Almeida.

App

PREGAI! - a Bíblia do Pregador